sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Aeroalmoçarada dia 30 de Outubro - Restaurante D'Avis


A Aeroalmoçarada desta semana realizou-se no Parque das Nações pela n ésima vez. É um facto consumado que a maioria dos Aeros aderentes a este nobre evento labutam por este lado, sendo o fator proximidade relevante. Longe vão os tempos em que nos aventurávamos por Indianos na Praça da Figueira, apanhávamos uma molha a ir ao ISA, ou nos congregávamos à volta de uma mesa em Santos!

 

Mas deixemos a nostalgia para trás e foquemo-nos no repasto desta semana. O quórum, sempre bem-disposto, consistiu no DD, Pai Natal e Stone tendo a escolha da semana recaído no simpático restaurante Alentejano D’Avis cuja implantação no Parque das Nações era muito recente. O DD rapidamente relembrou que as convocatórias para o D’Avis original, no Beato, haviam caído em saco roto, tendo os restantes Aeros rapidamente se lamentado por não terem disfrutado das iguarias do Sul do País mais cedo, enquanto se lambuzavam com os ovos com farinheira e azeitonas temperadas

 

Relato de todas as Aeroalmoçaradas declinadas pelos Aeros no passado recente


Enquanto o Stone e o DD atacaram umas excelentes Migas Gatas de Bacalhau, o Pai Natal atacou outro prato qualquer votado ao ostracismo pelos restantes Aeros e do qual esta crónica não mais se pronunciará. O Stone lançou-se desde logo a declamar acerca das suas novas experiências a pesquisar roupas de bebé em mercados obscuros organizados por uma entidade tenebrosa vinda do Norte, a qual se entretia a impedir que turistas escapassem das suas garras. Mais um relato do nosso Açoriano favorito, que por se encontrar num Alentejano teve muita dificuldade em fazer sentido.

 


Entretanto, e com o Pai Natal ainda ressacado com a experiência alucinante de ter visto as Tartarugas Ninjas na noite anterior, este valente Aero lançou-se  por sua vez numa declamação acerca das dificuldades de estacionamento na sua zona de residência, realçando um hábito muito oriental de certa parte da freguesia em estacionar o carro próximo do meio da rua (ou algo parecido). Após a conclusão deste relato assombroso, os restantes Aeros concluíram que o Pai Natal, muito longe de habitar na Lapónia, habita sim numa autêntica selva urbana…

 

Tendo a Aeroalmoçarada sido um grande sucesso, fica a mesma desde já dedicada ao nosso amigo de 4 patas Pig, pois foi neste repasto que o DD recebeu a triste noticia que este velho companheiro já não se encontra entre nós. Os Aeros, cabisbaixos, ficam contudo na expectativa de ver a evolução dos bólides do Pai Natal num futuro próximo em termos de pêlos/metro quadrado

Sem comentários:

Publicar um comentário