quarta-feira, 2 de maio de 2012

H3 - 02/05/2012

Aqui vai mais um relato de mais uma aeroalmoçarada, que esteve muito próxima de não se realizar. Após mais uma coordenação muito decidida do evento pelo nosso DD, estavam presentes à hora combinada os seguintes aeroconvivas, Pai Natal e Stone. Sendo apenas dois e após uma longa espera teve o aeroconviva Pai Natal de se ausentar por motivos profissionais,  ficando apenas o Stone só e já se preparando para considerar não consumada esta aeroalmoçarada. Mas mostrando uma grande perseverança, lá ficou este aeroconviva à espera de um último fôlego deste mui nobre evento. Após um atraso nunca antes visto pelo organizador do evento, lá chegaram os restantes aeroconvivas, Delgado, Duarte e Mário. Sendo de notar que o Mário pela primeira vez não foi o último a chegar. Vai uma salva de palmas para tal fato CLAP CLAP.
Já tendo a aeroalmoçarada a duração de uma hora, começou então o repasto desta semana. A comida não tem muito que saber, para quem já conhece o H3 poderá fazer um brilharete de um adivinho e dizer prontamente que foram hamburgers para todos. Estavam sem dúvida saborosos, não deixando de serem hamburgers, deixaram os aeroconvivas satisfeitos como se pode ver na imagem em baixo.


Quanto ao tema de conversa da aeroalmoçarada este foi dominado pelo relato histórico do nosso DD, muito embora rejeitado várias vezes pela maioria dos convivas mas imposto mesmo assim à boa maneira ditatorial, sobre a Duquesa da Aquitania e da sua culpa no início da guerra dos Cem Anos. Coitada da mulher.
Outros temas de conversa foram os diferentes sítios que se deve visitar em França, e memórias de viagens passadas pelas costas, quer Norte, quer Sul, de França. Foi também falado sobre a aparente ausência de táxis em Toulouse, muito embora tenha ficado por provar se seria realmente falta de taxis ou apenas falat de visão do Delgado. Ficou notado a desilusão dos aeroconvivas ao constar que desta vez o GPS não levou o nosso DD por caminhos incautos, cheios de lama, pedras ou outros obstáculos intransponíveis. Foi também várias vezes referido, em forma de protesto, o atraso do organizador neste evento e do esforço épico de um único aeroconviva que ficou só e heroicamente a manter viva esta aeroalmoçarada e que agora a relata.
Ficou assim concluída mais uma aeroalmoçarada com sucesso, tendo os aeroconvivas seguido contentes para mais um fim de semana.

Sem comentários:

Publicar um comentário